07/06/2016

Nutrição feminina para a celulite

04-junho-nutricionistahugoAlguns estudos evidenciam que a celulite possui prevalência em cerca de 90% das mulheres, sendo os locais de maiores prevalências as coxas e as nádegas. Nas mulheres, os fatores hormonais, a gestação, a disposição adiposa, o período pré-menstrual, entre outros fatores, estão relacionados a maiores chances no acometimento de desarmonias corporais, entre elas a celulite. Além disso, fatores genéticos, emocionais, metabólicos, além da idade, sexo, obesidade e hábitos como fumo, sedentarismo, e má alimentação também predispõem o seu aparecimento.

No que diz respeito aos hábitos alimentares, existem alguns alimentos e condutas alimentares que podem propiciar o agravamento da celulite. A seguir, listo alguns desses alimentos que devem ser evitados ou consumidos com moderação: pizzas, feijoada, manteiga, margarina, queijos amarelos, bolachas recheadas, sorvetes, chantilly, creme de leite, doces, refrigerantes, frituras, molhos industrializados, maionese, caldos industrializados, temperos prontos, alimentos enlatados, biscoitos doces, açúcar de mesa (preferir o mascavo), carnes gordurosas, chocolate (preferência pelo amargo, que tem mais cacau e menos açúcar), entre outros alimentos. A maioria dos alimentos listados são considerados alimentos ricos em gorduras ruins, açúcares simples e/ou sódio, ou seja, elementos que agravam ou favorecem o aparecimento da celulite quando utilizados de maneira inadequada e excessiva. Além disso, pessoas que possuem o hábito de dar um espaçamento muito grande entre as refeições, estão mais propensas a sentirem mais fome ao longo do dia e conseqüentemente consumirem maior quantidade de alimentos em refeições subseqüentes, que em algumas ocasiões são constituídas de alimentos de baixa qualidade nutricional, que tornam o ambiente em nosso organismo favorável para o acúmulo de gordura e para o desenvolvimento da celulite. Atualmente as mulheres também costumam tomar muita pouca água ao longo do dia, sendo que esta é essencial para a eliminação de toxinas e da retenção hídrica, fato que também contribui para o desenvolvimento da celulite.

Em contramão, existem também alimentos que são importantes aliados na prevenção e/ou tratamento da celulite, além de contribuírem para a nossa saúde. A seguir listo algum desses alimentos: frutas, verduras e legumes, oleaginosas (nozes, castanhas, sementes), leguminosas (feijão, lentinha, grão de bico, soja), cereais integrais (arroz integral, aveia), carnes magras (peixes, aves, lagarto, patinho, maminha), laticínios magros (queijos brancos, iogurtes sem gordura, leite desnatado), azeite de oliva extra virgem, água de coco, chás, entre outros. Tais alimentos são importantes fontes de diversas vitaminas e minerais, que também são essênciais para o equilíbrio dos líquidos corporais, o que é favorável para a prevenção e combate da celulite.

Sendo assim, não existem dúvidas de que a alimentação exerce um papel de suma importância sobre a estética corporal. Uma alimentação equilibrada e variada é essencial para o fornecimento de todos os nutrientes necessários para o correto funcionamento do organismo, fato este que reflete em nossa boa saúde corporal e estética.

Referências:

David RB et al. Lipodistrofia ginoide: conceito, etiopatogenia e manejo nutricional. Rev Bras Nutr Clin. 26 (3): 202-6, 2011.

Klein PN. Nutrição na prevenção e tratamento da celulite. Monografia. São Paulo, 2012.

MM Avram. Cellulite: a review of its physiology and treatment. J Cosmet Laser Ther. 6: 181-185, 2004.

Facebook