30/05/2016

A importância do consumo de frutas e vegetais

20-posts-maio-1000x1000-nutricionistahugoFoi recentemente constatado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que o consumo de frutas e vegetais no mundo é menor do recomendado, ficando abaixo de 20 à 50% das porções recomendadas. Em muitas ocasiões, isso está associado aos maus hábitos alimentares da população e a maior preferência por alimentos mais convenientes ou saborosos, mas que podem não oferecer nenhum tipo de benefício adicional a nossa saúde, apenas calorias “vazias”. Por esse e outros motivos, é que ressaltamos constantemente a grande importância do consumo de frutas, verduras e legumes no nosso dia-a-dia, alimentos estes conhecidos por possuírem uma variedade de compostos com efeitos benéficos para a saúde humana, como fibras, vitaminas e minerais e outras substâncias. Uma dessas substâncias são os chamados fitoquímicos, compostos estes que são naturalmente produzidos e acumulados em plantas e que normalmente estão relacionados a cor característica em cada um desses alimentos.

Existem diversos grupos e subgrupos de fitoquímicos, que de modo geral estão relacionados a diversos efeitos e funções. Por isso que sempre aconselhamos variar no cotidiano na escolha e nas cores das frutas, verduras e legumes que iremos consumir, de modo que tenhamos uma ingestão mais diversificada desses elementos, bem como de vitaminas e minerais, que também apresentam-se diversificadas nesses grupos alimentares. De modo geral, o consumo de fitoquímicos está relacionado a efeitos anti-inflamatório, antioxidante e anticâncer, além de serem aliados do coração. Alguns também possuem efeitos relacionados a saúde óssea e auxiliam no controle glicêmico.

Um exemplo bastante conhecido pela maioria das pessoas é o licopeno, fitoquímico este encontrado principalmente no tomate e que normalmente é associado a prevenção do câncer de próstata. Ele também é o principal responsável pela cor avermelhada do tomate e seus derivados, bem como da goiaba, mamão, pitanga e melancia. Diversos trabalhos evidenciam o papel do licopeno na prevenção de diversos tipo de câncer, como o de próstata, pulmão, trato digestivo e mama. Além disso, alguns estudos o mostram também como um aliado na prevenção da osteoporose e de doenças do coração. Isso sem falarmos da alta capacidade antioxidante que ele possui.

Nesse caso, apenas utilizamos o exemplo de apenas um fitoquímico, sendo que existem diversos deles presentes na maioria das frutas e vegetais. A combinação dessas substâncias juntamente com as fibras, vitaminas e minerais naturalmente presentes nesses alimentos, agem de modo sincrônico e sinérgico na promoção de benefícios a saúde. Por isso que costumo pensar que se em cada um desses alimentos estivesse estampado todos os seus efeitos e benefícios, as pessoas não iriam mais se iludir com produtos ou receitas milagrosas e  com certeza dariam mais atenção a vários alimentos simples do nosso cotidiano, mas que podem fazer muita diferença!

Facebook